Excelência na prevenção e tratamento

das doenças do aparelho digestivo

Uma Equipe de Especialistas ao Seu Dispor
Excelência em Diagnósticos!
Seu Bem Estar em 1° Lugar

Colonoscopia

A colonoscopia é um exame endoscópico utilizado para o diagnóstico de enfermidades colorretais. É também indicada na prevenção do câncer colorretal, no diagnóstico do sangramento digestivo baixo e no acompanhamento de pacientes que apresentaram pólipos colônicos em exames prévios. Permite a avaliação da mucosa do intestino grosso e do segmento distal do intestino delgado.

O exame é realizado por meio de um aparelho flexível (videocolonoscópio) com diâmetro comparado ao de um dedo, que é introduzido pelo ânus e suavemente progredido pelo reto e toda extensão do cólon. Na ponta deste aparelho há uma câmera que capta as imagens do exame para um monitor de televisão, onde estas são vistas e avaliadas pelo médico examinador. O resultado geralmente é entregue logo após o término do exame.

O paciente permanece deitado de lado ou de barriga para cima e é submetido a uma sedação durante todo o tempo de realização do exame. Na Clínica Uniprocto, esta sedação é realizada por médicos anestesiologistas (anestesistas), o que proporciona maior tranqüilidade e segurança ao paciente. Por ter sido submetido à sedação, o paciente deverá comparecer à clínica acompanhado por uma pessoa maior de 18 anos e não poderá dirigir após o exame. 

Medicamentos que possam aumentar o risco de sangramento durante o exame deverão ser suspensos, como por exemplo anti-inflamatórios não hormonais (Cataflan®, Voltaren®, Inflamene®, Celebra®, Feldene®, Tandrilax®, Nisulid®),  AAS/Acido Acetil Salicílico e anticoagulantes (Marevan®, Marcomar®, Clopidogrel, Plagrel®) .

Alguns procedimentos podem ser decididos no momento do exame de acordo com os achados, como biópsias (retirada de um ou mais fragmentos da mucosa),
polipectomias (retirada de pólipos), mucosectomias (retirada de um fragmento da mucosa intestinal ou de pólipos planos), injeção de substâncias ou cauterizações. Em caso de retirada de material, este deverá ser encaminhado para realização de exame anátomo-patológico.

Para que a videocolonoscopia seja de boa qualidade, é imprescindível a realização de um bom preparo intestinal. Deste modo, as recomendações do preparo deverão ser seguidas rigorosamente. 

Após o exame, o paciente deverá permanecer em repouso e acompanhado de pessoa maior de idade. Deverá ainda ingerir alimentos leves e grande quantidade de líquidos.            

A colonoscopia é um exame seguro e raramente implica em complicações. Entretanto, quando  estas ocorrem, podem ser necessárias transfusões sanguíneas, hospitalização e até cirurgia de urgência. É importante o reconhecimento dos sinais iniciais das complicações. O médico deverá ser contatado em caso de dor abdominal intensa, febre, calafrios ou sangramento após o procedimento.

Maiores informações sobre o exame estão descritas no termo de CONSENTIMENTO INFORMADO PARA REALIZAÇÃO DE COLONOSCOPIA. Este deve ser assinado e entregue antes da realização do exame e tem como objetivo o esclarecimento do paciente sobre o exame e as possíveis complicações associadas à realização do mesmo, conforme orientado pela Sociedade Brasileira de Coloproctologia.

Termo de Consentimento

CONSENTIMENTO INFORMADO PARA REALIZAÇÃO DE COLONOSCOPIA

_____________________________________________________________ ou seu

 

responsável Sr (a) ____________________________________________________

declara através deste instrumento particular, para todos os fins legais, que está ciente que será submetido(a) a uma COLONOSCOPIA solicitada pelo médico assistente e que foram claramente esclarecidos e explicados os benefícios do procedimento, assim como os riscos e as potenciais complicações, pormenorizados nos parágrafos abaixo:

DEFINIÇÃO DE COLONOSCOPIA: é um exame endoscópico destinado ao diagnóstico de doenças do reto, dos cólons (intestino grosso) e do íleo terminal (intestino delgado). É realizado através do equipamento denominado colonoscópio, o qual chega até o interior do intestino através do ânus. Para realização do exame é necessário um preparo (limpeza) do intestino e, frequentemente, a sedação por via intravenosa. Alguns procedimentos podem ser decididos no momento do exame de acordo com os achados, conforme explicados abaixo:

- biópsia (ou retirada de um ou mais fragmentos da mucosa),
- polipectomia (ou retirada um ou mais pólipos),
- mucosectomia (ou retirada de um fragmento da mucosa intestinal ou pólipos planos),
- injeção de substâncias ou a cauterização através de equipamento eletroeletrônico (corrente elétrica) visando o controle de eventual sangramento,
- exame histopatológico, que é o exame dos pólipos ou biópsias removidos, quando enviado para análise de um médico patologista.

Também foi esclarecido que há risco de complicações, tais como: sangramento, infecção, ulceração, estenose (estreitamento do intestino), perfuração, e que isso pode ocorrer em torno de 0,1% dos casos. Estou ciente também que embora pouco frequentes, são complicações sérias e podem necessitar de transfusão sanguínea, hospitalização ou cirurgia de urgência, visando minha segurança e benefício, de forma a controlar o problema. Também foram esclarecidos os procedimentos envolvidos como:

1. PREPARO INTESTINAL: o resultado do preparo pode ser insatisfatório ou insuficiente (ruim) o que pode condicionar a suspensão da colonoscopia porque prejudica seu resultado e compromete sua segurança. Neste caso é necessário um novo preparo e uma nova marcação para realização do procedimento. Todas as orientações devem ser rigorosamente observadas, sob risco de resultar em um preparo ruim ou na ocorrência de desidratação ou hipotensão arterial e por este motivo os idosos deverão estar acompanhados durante o preparo evitando assim risco de queda. Nos casos em que o preparo é realizado na residência, a ocorrência de vômitos recorrentes e/ou distensão do abdome importante obriga ao paciente: 1. Interromper o preparo, 2. Comunicar o médico responsável e 3. Dirigir-se a um setor de atendimento de emergência mais conveniente e próximo, para avaliação.

2. SEDAÇÃO VENOSA: é a administração de medicação sedativa, por via intravenosa e acompanhada de monitorização dos sinais vitais, necessários para a realização do exame. Os riscos potenciais associados à sedação venosa são: flebite (coloração avermelhada ou arroxeada no local da punção venosa), reação à medicação e problemas cardiorespiratórios, que ocorrem em menos de 0,1% dos casos. Por este motivo é OBRIGATÓRIA a presença de um acompanhante para assegurar a saída do paciente, que estará impossibilitado de dirigir (automóveis, bicicletas, etc) ou mesmo assumir compromissos de trabalho ou estudo neste dia.

Declaro que todas essas informações me foram fornecidas com clareza, que tive a oportunidade de fazer todas as indagações sobre o procedimento e palavras técnicas que porventura não entendi, e que foram prontamente respondidas e esclarecidas todas as minhas dúvidas, inclusive quanto à possibilidade de óbito (morte) em razão de alguma complicação. Declaro, ainda, que informei todos os dados referentes a minha saúde, incluindo as medicações em uso e histórico de reações alérgicas.

Portanto, declaro que o presente documento tem a função principal de me informar sobre os benefícios e, principalmente, sobre os RISCOS de complicações que estão envolvidos, sendo que há possibilidade de outras complicações que não estão necessariamente descritas no presente Termo. Declaro que entendi bem os benefícios e os riscos mais frequentes da COLONOSCOPIA. Também entendo que, a qualquer momento e sem prestar qualquer explicação, posso revogar este consentimento, antes da realização do procedimento, e que tenho ciência que os procedimentos caracterizados como urgência ou emergência serão realizados a critério médico, em meu benefício, ficando desde já autorizados.

Entendi que o objetivo deste documento é assegurar a dignidade da pessoa humana de pacientes e médicos, contribuindo para a boa-fé e a transparência dos procedimentos, bem como manter a qualidade da relação médico-paciente.

_________________________, ___/___/___
Local e data

 

____________________________________
Assinatura paciente ou responsável

 

 

OBS: Este termo de consentimento foi redigido baseado nas recomendações da Sociedade Brasileira de Coloproctologia

Preparo Para Colonoscopia

PREPARO PARA VIDEOCOLONOSCOPIA  SOB SEDAÇÃO

MANHà

DIA ANTERIOR:

 

·         CAFÉ DAMANHÃ: Água; chás claros; água de coco; gatorade (de cores claras); biscoito de água e sal; torrada sem manteiga; gelatina e geléia (de cores claras).

·         ALMOÇO: Arroz branco; carne de peixe ou de frango grelhada e sem pele; macarrão sem molho e sem legumes; canja de galinha sem legumes.

·         JANTAR: Água; chás claros; água de coco; gatorade (de cores claras); biscoito de água e sal; torrada sem manteiga; gelatina; geléia (de cores claras).

 

Às 18 h - Tomar 02 comprimidos de Dulcolax

 

DIA DO EXAME:

 

·         Às 04h – Tomar 01 comprimido de Plasil 10 mg ou Dramin 10mg ou 2 comprimidos de Vonau Flash 4mg para evitar enjôo ao tomar a Lactulose. Pessoas com maior tendência a enjôos e vômitos devem optar por tomar 2 comprimidos de Vonau Flash 4mg. Também é possível associar as medicações (por exemplo, se após tomar o Plasil 10mg o enjôo persistir, tomar um comprimido de Dramin 10mg ou 2 comprimidos de Vonau Flash 4mg)

·         Às 04:30h – Adicionar 02 frascos de 120 ml de Lactulose (Farlac, Lactulona) ou 1 frasco de Duphalac (200ml) em 500 ml de gatorade de limão ou refrigerante de limão e tomar 01 copo (+/- 200 ml – EM CASA), a cada 10 minutos;

·         Não é permitido se alimentar no dia do exame. Apenas fazer ingestão de água, chás claros, água de coco e gatorade de cor clara, até 02 horas antes do horário marcado para o exame. Após este horário, jejum absoluto, NEM ÁGUA. Lembrando que o exame não poderá ser realizado, caso não sejam cumpridas estas orientações;

·         O exame só será realizado se o paciente apresentar-se com acompanhante maior de idade;

·         Suspender o uso de anti-inflamatórios não hormonais (como Cataflan®, Voltaren®, Inflamene®, Celebra®, Feldene®, Tandrilax®, Nisulid®),   anticoagulantes e antiagregantes plaquetários (como AAS/Acido Acetil Salicílico, Somalgin® Clopidogrel®, Plavix®, Ticlopidina®, Ticlid®, Warfarin®, Coumadin®, Marcoumar®, Marevan®), 07 dias antes do exame, pois os mesmos interferem nos mecanismos de coagulação;

·         A diarréia é normal durante o preparo. Em caso de cólicas fortes ou distensão abdominal exagerada, suspender o preparo, entrar em contato conosco ou procurar a emergência hospitalar mais próxima;

·         Trazer exame de colonoscopia anterior se houver;

·         Retirar todos os metais antes de vir para o exame (ex.: aliança, colar, relógio, etc.);

·         Retirar esmaltes das unhas das mãos, pois o mesmo dificulta a leitura dos parâmetros de oxigenação sanguínea durante o exame pelo oxímetro de pulso conectado ao dedo.

·         Comparecer 10 minutos antes do horário marcado com a autorização do convênio.

·         Em caso de agendamento PARTICULAR, se houver retirada de pólipos, será cobrado um valor a parte, além do valor do exame, por se tratar de um procedimento extra, o qual será informado pela recepção.

·         Caso não possa comparecer no dia marcado, procure remarcar com 48 horas de antecedência, para que o horário seja liberado para outro paciente.

 

 

PREPARO PARA VIDEOCOLONOSCOPIA  SOB SEDAÇÃO

TARDE 

DIA ANTERIOR:

 

·         CAFÉ DAMANHÃ: Água; chás claros; água de coco; gatorade (de cores claras); biscoito de água e sal; torrada sem manteiga; gelatina e geléia (de cores claras).

·         ALMOÇO: Arroz branco; carne de peixe ou de frango grelhada e sem pele; macarrão sem molho e sem legumes; canja de galinha sem legumes.

·         JANTAR: Água; chás claros; água de coco; gatorade (de cores claras); biscoito de água e sal; torrada sem manteiga; gelatina; geléia (de cores claras).

 

Às 20 h - Tomar 02 comprimidos de Dulcolax

 

DIA DO EXAME:

 

·         Às 07h – Tomar 01 comprimido de Plasil 10 mg ou Dramin 10mg ou 2 comprimidos de Vonau Flash 4mg para evitar enjôo ao tomar a Lactulose. Pessoas com maior tendência a enjôos e vômitos devem optar por tomar 2 comprimidos de Vonau Flash 4mg. Também é possível associar as medicações (por exemplo, se após tomar o Plasil 10mg o enjôo persistir, tomar um comprimido de Dramin 10mg ou 2 comprimidos de Vonau Flash 4mg)

·         Às 08h – Adicionar 02 frascos de 120 ml de Lactulose (Farlac, Lactulona) ou 1 frasco de Duphalac (200ml) em 500 ml de gatorade de limão ou refrigerante de limão e tomar 01 copo (+/- 200 ml – EM CASA), a cada 10 minutos;

·         Não é permitido se alimentar no dia do exame. Apenas fazer ingestão de água, chás claros, água de coco e gatorade de cor clara, até 02 horas antes do horário marcado para o exame. Após este horário, jejum absoluto, NEM ÁGUA. Lembrando que o exame não poderá ser realizado, caso não sejam cumpridas estas orientações;

·         O exame só será realizado se o paciente apresentar-se com acompanhante maior de idade;

·         Suspender o uso de anti-inflamatórios não hormonais (como Cataflan®, Voltaren®, Inflamene®, Celebra®, Feldene®, Tandrilax®, Nisulid®),   anticoagulantes e antiagregantes plaquetários (como AAS/Acido Acetil Salicílico, Somalgin® Clopidogrel®, Plavix®, Ticlopidina®, Ticlid®, Warfarin®, Coumadin®, Marcoumar®, Marevan®), 07 dias antes do exame, pois os mesmos interferem nos mecanismos de coagulação;

·         A diarréia é normal durante o preparo. Em caso de cólicas fortes ou distensão abdominal exagerada, suspender o preparo, entrar em contato conosco ou procurar a emergência hospitalar mais próxima;

·         Trazer exame de colonoscopia anterior se houver;

·         Retirar todos os metais antes de vir para o exame (ex.: aliança, colar, relógio, etc.);

·         Retirar esmaltes das unhas das mãos, pois o mesmo dificulta a leitura dos parâmetros de oxigenação sanguínea durante o exame  pelo oxímetro de pulso conectado ao dedo.

·         Comparecer 10 minutos antes do horário marcado com a autorização do convênio.

·         Em caso de agendamento PARTICULAR, se houver retirada de pólipos, será cobrado um valor a parte, além do valor do exame, por se tratar de um procedimento extra, o qual será informado pela recepção.